Something\’s burning [or a fancy name for Esturrico]

Fevereiro 11, 2007

Primeiro uma história em duas partes

Filed under: Chef Convidado,Uncategorized — by Helder Ferreira @ 5:49 pm

A história deste cozinheiro é igual a tantas outras da “geração esquecida” (demasiado jovens no 25 A de 74, mas não o suficiente). Filhos de mães extremosas formatadas para criar machistas, casámos e desatámos a passar a ferro, limpar, aspirar e cozinhar. Devo o que sei de cozinha à minha senhora que me ensinou o segredo: quem faz um refogado, faz tudo. Mas fica para as receitas, por agora quero contar a história de como um miúdo que tem doze anos é capaz de gostar de bróculos e de grão de bico.

 

Quando nasceu, a cria veio ajudar a aprender truques que não sendo universais podem ajudar os pais, tantas vezes desesperados porque eles não comem, cospem, gritam, vomitam, choram e “pintam a macaca” à espera da papa Cérelac ou Milupa. Começo por aqui. Um pediatra jovem, com uma primeira filha pouco mais velha que o meu, ajudou bastante. Dizia sempre para deixá-lo crescer ao ritmo dele, que quando fosse para a tropa não usaria fralda e já comeria sólidos de certeza. De faca e garfo.

 

A coisa começou com as sopas de carne, de legumes ou de peixe. Um ingrediente importante foi o alho francês, porque como tem um sabor adocicado ajudou na transição da papa para as sopas. Misturado com o peixe, mantém o sabor familiar da papa e torna-o mais fácil para eles. A sopa de carne é mais difícil dado o sabor mais forte, mas consegue-se insistindo nas carnes brancas, sempre misturadas com legumes que as ajudem a ganhar um sabor mais doce – alho francês, abóbora ou cenoura. Outra coisa que penso que foi importante para habituá-lo foi deixarmos sempre apurar bem a comida, o que se mantém uma regra cá em casa. As papas a que eles estão normalmente habituados têm aquele travo forte que a sopa de peixe e legumes (passada) bem apurada imita. Aconselharia essencialmente a pescada pela ausência de espinhas e por ser fácil passar. Entrámos depois na fase dos sólidos (pudins) de legumes, de carne e de peixe e mais uma vez mostraram-se mais fáceis os últimos e julgo que pelas mesmas razões.

O efeito disto tudo (estou em crer) é que o meu filho adora peixe e comida boa. Teria uns oito a nove anos e contava as espécies de que gostava e eram dezanove, incluindo sardinhas assadas no pão. De dourada grelhada, ao robalo assado, passando pelo salmão até ao arroz de tamboril, comia de tudo quanto é peixe, cozido, grelhado, frito (come jaquinzinhos e sardinhas pequenas fritas e até as cabeças marcham), estufado e só lhe falta provar sushi. Julgo que antes dos nove/dez anos não comeu carnes vermelhas (excepto no esparguete à bolonhesa, mas essa é outra história) e por nenhuma razão em especial, só porque preferia peixe ou carne branca onde se incluía o prato favorito: caril de frango. Go figure. Já agora, para quem mora no Porto, o melhor caril compra-se na Rua Sá da Bandeira. Cinquenta gramas dão para meio ano intenso para três pessoas.

Bom, o que quero dizer é que embora os miúdos não sejam um livro em branco e nasçam com uma personalidade própria mais ou menos vincada, o nosso papel de pais é fundamentalmente enganá-los. Temos que arranjar truques, brincadeiras e maneiras de os convencer a comer as coisas mais intragáveis. Com uma pitada de sorte, criam-se apreciadores de coisas boas.

Anúncios

3 comentários »

  1. 😀 Boa Hélder!

    Comentar por Elise — Fevereiro 12, 2007 @ 11:19 pm |Responder

  2. onde exactamente, em sa da bandeira? 🙂

    Comentar por agua — Março 20, 2007 @ 6:30 pm |Responder

  3. Se bem me lembro (não vou lá há algum tempo)chama-se Casa Chinesa. vende especiarias várias. Perto da Casa Forte.

    Comentar por Helder — Março 20, 2007 @ 10:25 pm |Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: