Something\’s burning [or a fancy name for Esturrico]

Outubro 3, 2007

Caldeirada anti-sushi à moda do Helder seguido da sopa do dito

Filed under: Chef Convidado,Pratos de Peixe — by Helder Ferreira @ 1:13 am

Ora bem.

Cuidado com os pedaços de peixe porque a parte difícil é não ser enganado, especialmente no safio. Convém também que a corvina esteja escamada.

Tamboril

Raia

Safio (pedir da barriga, pegar na posta com o polegar e indicador junto à espinha dorsal e apertar. É fácil sentir se tem espinhas ou não)

Corvina

Lulas limpas cortada em pequenos pedaços

Três ou quatro gambas

Louro

Batatas cortadas em rodelas

Uma cebola cortada em rodelas

Alho picado qb

Azeite

Meio pimento cortado em tiras

Dois tomates maduros sem pele

Vinho branco

Sal

Pimenta preta

Duas malaguetas

No fundo da panela pôr as rodelas de cebola, o louro e o alho picado. Regar com um pouco de azeite. Por cima colocar as rodelas de batata e o tomate pelado cortado. Colocar o peixe cortado em pequenos pedaços misturado com o pimento, as malaguetas, a pimenta, sal qb e regar generosamente com azeite e o vinho branco. Levar a lume quente. Durante a cozedura deve controlar-se o sal e a água. Em princípio não é necessário acrescentá-la, mas se for não tem mal nenhum. Quando ferver, baixar o lume e acrescentar as gambas. Quando estiver pronto servir da panela não esquecendo que o pão escolhido é importante. Acompanhar com um bom branco ou verde.

No fim da refeição côa-se a água da caldeirada, coze-se massa de cotovelo pequena nessa água aproveitando alguns pedaços de peixe sobrantes e está feita a sopa. Fácil, não é?

Japan aí em cima. Como alguém dizia todos os homens deviam ser como Sylvian e, acrescento eu, tocar baixo como Mick Karn.

Anúncios

4 comentários »

  1. olha quem finamente decidiu aparecer por aqui! gosto imenso de caldeirada, mas como não sei comprar peixe fresco, acho que nunca fiz :S

    e para quando a muamba, pá?!

    Comentar por aL — Outubro 3, 2007 @ 8:11 pm |Responder

  2. […] pelo Esturrico. O Helder está por lá a dar-nos música e uma grande caldeirada anti-sushi. Como se não bastasse, parece que está a nascer por aquele sítio uma desgarrada de tomates. Se […]

    Pingback por O Insurgente » Blog Archive » Insuportável: cheira mesmo a queimado — Outubro 6, 2007 @ 5:49 pm |Responder

  3. Vinho branco!! Não quero ser purista mas…será mesmo necessário? 🙂

    Comentar por CMF — Outubro 6, 2007 @ 8:46 pm |Responder

  4. 🙂 Não sei se o vinho branco é necessário, nunca experimentei sem ele e não há nada feito na panela que não o leve. Tinto noutras coisas.
    Sei que os puristas preferem a caldeirada por camadas. 😉

    Comentar por Helder — Outubro 7, 2007 @ 3:33 am |Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: