Something\’s burning [or a fancy name for Esturrico]

Outubro 20, 2007

Muambaaaaaa

Filed under: Étnico,Chef Convidado,Pratos de Aves — by Helder Ferreira @ 12:21 am

muambaaaaaa.jpg

Já viram um nascer do sol roxo? Roxo, mesmo roxo. O meu pai gostava de viajar de madrugada e assim lá íamos nós na estrada da Gabela a Luanda e apanhávamos as queimadas e aquele nascer do sol absolutamente impossível. Sou Angola, tenho saudades do calulu de peixe seco e dos embondeiros. Das rosas de porcelana e do Colégio S João de Brito – ver A Baía dos Tigres do Pedro Rosa Mendes.

Antes de começarmos, uma explicação. Deve usar-se uma galinha dura como na cabidela, mas um frango serve perfeitamente. Fazer muamba a partir do dendém (para quem não sabe é o “fruto” da palmeira) não é para qualquer um. Houve um tempo em que tinha que ser, assar e esmagar o dendém (a propósito adorava ir comendo dendém assado enquanto a minha mãe fazia a muamba), misturar água, coar tudo e sobrava o óleo. Depois apareceu o óleo de palma (dendém) em lata e, finalmente, já há a “muamba” enlatada.

1 Galinha (frango)

Farinha de mandioca (funge) ou, para quem não gosta, farinha de milho (arroz não, foda-se!)

1 lata de muamba

1 dúzia de quiabos (não faço ideia do peso)

1 cebola

Alho qb

Bué da piri-piri (gindungo)

Vinho branco (pouco)

Fazer uma pasta com o alho, o vinho branco e o gindungo, esfregar bem o frango com ela e parti-lo em pedaços. Numa panela grande picar a cebola e pôr um fio de azeite. Meter o frango em pedaços e alourar. De seguida, com uma colher misturar a muamba da lata na panela e meter os quiabos. Tapar e deixar cozer em lume brando. Se e só se necessário acrescentar um pouco de água. Noutra panela aquecer água até ferver enquanto num recipiente com água fria se dissolve a farinha de mandioca mexendo sempre. Quando a água ferver meter a mistela em que se tornou o funge na água fria e mexer. Muito. Tira-se a panela do lume e mexe-se sempre até o funge tomar uma consistência a meio caminho entre o borracha e a plasticina. Assim que estiver tudo pronto (controlar o frango) servir da panela. Primeiro, o frango com muito molho. Usa-se só um garfo para a carne e os quiabos. O funge, se possível, come-se á mão. Fazem-se pequenas bolas e molha-se no molho da muamba. Meu Deus!

Sei que esta receita, dos tempos verbais ao processo, está meio desencalitrada, mas no fundo, agora é fácil, basta encontrar a muamba em lata nos supermercados. Se houver dúvidas estão à vontade para pedir explicações adicionais, nem que eu tenha que perguntar à senhora minha mãe.

Nota: não me esqueci do sal, só que a muamba em lata é o suficiente, não é preciso acrescentar sal. Os quiabos são um ingrediente fundamental. Se só faltar isso mais vale não fazer.

 

E agora vou ali desarmar os engenhos explosivos que me meteram debaixo do sofá, do tampo da sanita, do chassis do carro e no armário das minhas t-shirts preferidas. Se não voltar já sabem…estou a comer uma muamba. E agora…todos temos um hino. This is mine

 

Anúncios

8 comentários »

  1. Finalmente, chef helder, finalmente!!!
    e que muamba bem acompanhada!! 😉

    Comentar por aL — Outubro 20, 2007 @ 11:21 am |Responder

  2. Também eu viajei da C.A.D.A. para Luanda e comi muitas funjadas com as lavadeiras do S.Jõao de Brito . Um abraço

    Comentar por teresa ferreira — Outubro 22, 2007 @ 6:59 pm |Responder

  3. Aggghhh, a galinha… :uke:

    🙂

    Comentar por Elisebot — Outubro 23, 2007 @ 9:35 pm |Responder

  4. Atão e eu?O dendem assado,o pirão com lombi de peixe seco,as viagens para Luanda,o S.João de brito,as acácias da Boa Entrada….Ai que saudades!
    Helder,acho que temos as mesmas recordações apesar da diferença de idades. Viva a Muamba!
    Abraço

    Comentar por são matos — Outubro 24, 2007 @ 4:30 pm |Responder

  5. 🙂

    A Boa Entrada já parece a Benedita! Um sítio tão pequeno e só aqui já viemos três. 🙂

    abraço

    Comentar por Helder — Outubro 24, 2007 @ 5:20 pm |Responder

  6. És o Helder,que comeu muita muamba em minha casa?(no cassange)
    juntamente a tua irmã (Candidinha)Tenho muitas fotos vossa,e dos vossos pais,em festas de aniversários dos meus filhos.
    Beijinhos a teus pais e mana.

    Comentar por Adélia Viegas — Novembro 1, 2007 @ 3:54 pm |Responder

  7. Ai meu Deus que saudade, meu Deus que fome. A moamba da latinha não é tão boa como a natural, mas ja dá pra matar a saudade da terra. Parabéns pelo site adorei, vou ja adicionar aos meus favoritos. Abraço

    Comentar por Isa — Novembro 17, 2007 @ 6:28 pm |Responder

  8. Obrigado Isa 🙂 de facto a muamba em lata não é bem a mesma coisa mas quase.

    D. Adélia, sou esse mesmo :-). Que bom encontrá-la e logo aqui 🙂 falei com a minha mãe que me disse que gostaria de saber de si e dos seus. O meu e-mail é: helderlib@gmail.com.

    Comentar por Helder — Novembro 17, 2007 @ 6:36 pm |Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: