Something\’s burning [or a fancy name for Esturrico]

Fevereiro 14, 2008

Dia dos Namorados

Filed under: Comida Afrodisíaca,Doces,Festas,Receitas Afrodisíacas — by Elizabete Dias @ 2:08 am

As receitas para este dia especial estão aqui e aqui. 🙂

Enjoy!

Janeiro 4, 2008

Salmão para 2

Esta é uma daquelas receitas bastante simples, rápidas e muito eficazes. Ideal para um jantar a dois, pois fará com que a pessoa convidada fique impressionada com a elegância do prato. Faz parecer um aprendiz de cozinha num autêntico chef gourmet!

Para 2 pessoas

Ingredientes:

2 postas de salmão
200gr de massa penne
250gr de rúcula
Azeite
Sal
Pimenta
Sumo de limão

Preparação:

Temperar o salmão com sumo de limão, 1 pitada de sal e pimenta moída no momento. Da 1ª vez que fiz esta receita usei
espetadas de salmão, que encontrei na minha peixaria habitual. Espetadas de salmão fresco!

Entretanto põe-se o grelhador a aquecer e um tacho com água temperada com sal ao lume. Assim que o grelhador estiver bem quente coloca-se o salmão. À água fervente adiciona-se a massa. O salmão deve se grelhado lentamente, por isso é importante ir virando as postas, para que não queime. Cerca de 10-12 min. serão suficientes para que fique pronto. Esse é sensivelmente o tempo que levará a massa a cozer, embora possa estar cozida um pouco antes. Assim que estiver pronta, mas ou menos rija conforme o gosto, deve ser bem escorrida. O salmão deve ser esmagado, retiradas as espinhas e a pele. Num tacho volta a colocar-se a massa, adiciona-se um fio generoso de azeite e em lume muito brando mexe-se toda a massa, 2min. bastarão. Seguidamente, já com o lume desligado, junta-se a rúcula e o salmão e mistura-se tudo muito bem.

Este prato deve ser servido numa saladeira. Pode ser acompanhado por um rosé ou um tinto do Dão, que é menos encorpado que um alentejano. Mas é um peixe gordo, portanto pode ser bebido com tinto.

Maio 18, 2007

Empada de rosas

Filed under: Comida Afrodisíaca — by Gabriel Silva @ 9:51 pm

«Era um acepipe muito usado em todas as festas do culto de Venus. Para o realizar, descei ao jardim, colhei as rosas mais largas e as mais cheirosas. Pisae-as no almofariz. Ajuntae miolos de galinha, de pombo e de perdiz, muito bem cosidos, e depois de os terdes desembaraçado das mais pequeninas fibras. Acrescentae ainda duas gemmas de ovos, um fio de azeite puro, pimenta, e vinho velho, de Malvazia. Depois de ter bem mexido tudo, até conseguir uma massa leve e fina, deitae n’uma caçarola nova de barro, e collocae sobre um fogo lento e contínuo. Logo que a superfície se aloure, servi. Por toda a sala se espalhará um aroma de rosa – e a vossa alma bendirá Apicio Celio, creador d’esta maravilha»

Eça de Queiróz, in «Notas contemporaneas – Cozinha Archeologica», 1893

Maio 8, 2007

Delírios em Vermelho

Tudo começou em casa da Lia, eu ao invés de acompanhar um chá com uns biscoitos, decidi comer chantily com caramelo. Pois bem, tomei-lhe o gosto e decidi inventar um pouco. Foi assim que surgiu esta minha receita, que também serve para acalmar os ânimos aqui na cozinha e por outros lados. Esta estória dos tomates assassinos já tomou proporções exageradas e alguém tem de pôr esta rapaziada insurgida no lugar 🙂

Para 2 pessoas

Ingredientes:

400gr de morangos
1 cálice de Vinho do Porto
sumo de limão
chantily
caramelo
hortelã

Preparação:

Depois de bem lavados e de se lhes tirar os pés, cortam-se os morangos (ao meio se forem pequenos, aos quartos se forem grandes) e regam-se com sumo de limão. Leva-se a lume brando um tacho anti-aderente (pode ser uma frigideira) e colocam-se os morangos, mexe-se sempre e adiciona-se o Vinho do Porto. Quem for mais experiente poderá flamejar os morangos (ou seja, fazer aquela labareda gira que os cozinheiro gourmet adoram fazer!). Isto é uma operação que não deverá demorar mais do que 2 min. Após deixar arrefecer os morangos coloca-se metade do preparado numa linda taça de vidro e o resto noutra. Cobre-se com chantily a gosto e depois caramelo. Para dar um toque fresco e decorativo, colocam-se 2 folhas de hortelã no topo da pirâmide.

Esta é uma receita quite red, para que o André restabeleça os níveis de adrenalina causados por revelações que o surpreenderam.

Na Imagem: L’Atelier Rouge [1911], Henri Matisse

Abril 1, 2007

Bonjour to all chocolate lovers

Filed under: Comida Afrodisíaca,Doces,Vídeo — by aL @ 10:04 pm

[especialmente para a lizzie amiga]

and a special tx to TM®

 

Fevereiro 7, 2007

Chèvre au Rouge

Filed under: Alcoolismo Social,Comida Afrodisíaca,Doces,Entradas — by aL @ 11:27 pm

Tal como tinha prometido e no seguimento o post da elise, mais uma receita para um jantar romântico. Provei pela primeira vez esta receita no jantar de aniversário da minha amiga ManaCélia. E 2 dias depois tentei perceber como fazê-la, é essa experiência que aqui partilho.

Para 2 Pessoas

Ingredientes:

2 rodelas de queijo chèvre [com cerca de 5cm de altura]
200gr de frutos vermelhos [framboesas, amoras, mirílios, morangos]
6 colheres de sopa de açúcar
150 ml de água
1 cálice de Vinho do Porto

(more…)

Fevereiro 6, 2007

Carnaval das Receitas… Afrodisíacas

Filed under: Comida Afrodisíaca,Receitas Afrodisíacas — by Elizabete Dias @ 11:25 pm

Com a aproximação do Dia de S. Valentim, o Carnaval de Receitas deste mês será romântico e afrodisíaco.

Participem deixando as vossas receitas na caixa de comentários deste post, ou publicando uma receita no vosso blog (neste caso avisem com um comentário que contenha o link para a vossa receita).

No dia 14 não se esqueçam também da importância dos aromas, do bom vinho e das velas… 🙂

Fondue de Chocolate

Ingredientes:

500 grs. de Chocolate para Culinária

200 grs. de natas

3 colheres (sopa) de conhaque

Canela em pó a gosto

Preparação:

Numa caçarola, coloque o Chocolate para Culinária partido aos bocados, e leve ao lume em banho-maria para derreter.
Aromatize com o conhaque, junte as natas e a canela e misture.
Ponha o Chocolate no rechaud e sirva com frutas cortadas em cubos: morangos, ananás, mangas, bananas, ou então com pedaços de Pão-de-ló.

Create a free website or blog at WordPress.com.