Something\’s burning [or a fancy name for Esturrico]

Março 26, 2009

Muffins salgados para a Rita

Filed under: Entradas,Festas,Salgados,Snack/Petisco,Vegetariano — by aL @ 9:09 pm

quequesA Rita e o Roger estão de malas feitas para Moçambique. Ontem foi o jantar de despedida de parte dos amigos (que esta coisa de despedidas e de amigos, implica grande logística). Dado que muitas das coisas já estavam encaixotadas, a Rita desafiou-nos a fazer um jantar mais informal e volante No entanto presenteou-nos com um belissímo sushi! 

Para estas ocasiões e porque dá jeito ter salgadinhos e coisas que facilmente se possam comer à mão, decidi fazer uns muffins (aka queques) salgados com cebola, cenoura, tomate seco e umas sementes de sésamo para enfeitar. A receita fou feita um pouco a olho, sem grandes preciosismos em termos de quantidades.

Ingredientes:

4 ovos

2 canecas de farinha (c/fermento)
2 cebolas pequenas
1 cenoura
tomates seco (a gosto)
pimenta qb
sal qb
azeite
leite
manteiga (para untar)

Preparação: 

(more…)

Novembro 28, 2008

Folhadinhos da Nana

Filed under: Doces,Entradas — by aL @ 10:33 pm

Estes folhadinhos são uma receita que a amiga Nana me passou. São muito fáceis de fazer e podem ser servidos com entrada, acompanhados por uma salada de rúcula ou então como sobremesa.

A execução é muito simples, usa-se massa folhada (pode ser fresca ou congelada. Se for congela seguir as instruções), corta-se em quadrados onde se coloca uma rodela de queijo chèvre uma colher de mel e meia noz. Fecha-se a massa como se fosse um embrulho e leva-se ao forno a 200º durante 15min. ou atéos folhados ficarem dourados.

Abril 18, 2008

Receitas Angolanas

Filed under: Étnico,Doces,E-Receita,Entradas,Marisco,Pratos de Carne,Pratos de Peixe — by Elizabete Dias @ 12:28 am

Desde sapateira recheada ao pirão (que adoro), desde bolo de banana a batata doce frita, este documento ppt enviado por um leitor, tem várias receitas típicas de Angola. Podem fazer o download do ppt aqui.

http://www.mediafire.com/?ad1hswgngss
Bom apetite e um obrigada ao Mário Ribeiro.

Abril 13, 2008

Croquetes de Feijão

Filed under: Entradas,Vegetariano — by aL @ 8:25 pm

Depois de uma pequena pausa com one meat ball, deixo aqui a receita de uns croquetes de feijão. Que experimentei pela 1ª vez numa das últimas noites americanas. Esta é uma receita muito simples e fácil, ideal para os miudos a ajudar na cozinha.

Para acompanhar esta receita fica a Grande Senhora de New Orleans Ms. Irma Thomas, uma música dedicada ao meu grande amigo ‘cause is snowing in London!

Ingredientes:

1 frasco de feijão vermelho
1 alho francês
manteiga
alho
salsa
coentros
azeite
sal
pimenta
ovo
pão ralado
óleo (para fritar)

(more…)

Março 3, 2008

Ainda o couber 

Filed under: Entradas — by aL @ 8:38 pm

Por vezes temos um lanche, ou um almoço e calha-nos a parte das entradas. Ora bem, foi o que me aconteceu este fim-de-semana, em que mais uma vez a porta de minha casa ficou aberta aos comensais!

Para uma entrada diferente, decidi experimentar requeijão temperado com um pouco de sal e pimenta com umas folhas de manjericão. Triturei tudo com a varinha mágica e foi à mesa acompanhado com umas tostas de sésamo. É uma opção muito fácil e fresca, pode-se também optar por pôr hortelã em vez de manjericão.

Enquanto se comia este maravinhoso couber via-se o apaixonante Gary Cooper!

Fevereiro 22, 2008

Faxavor, era o couber….

Filed under: Entradas — by Gabriel Silva @ 4:33 pm

Embora «o couber» pareça uma solicitação á fartabrutos, esconde um saudável desejo de «petiscar», «ir picando qualquer coisa» ou quiçá mesmo o bem nacional «fazendo a cama» ao repasto apropriadamente dito.

Note-se no entanto que «repasto» denota um ligeiro sentido abovinado, sem que no entanto assuma a clareza, frontalidade, e, porque não dizê-lo, vacalhaso sentido do «Antepasto» conforme titulação na imagem da lateral esquerda. Sendo certo que não seremos própriamente o que comemos, algum valoração distintiva se justificará dar ao como e onde o fazemos….

Longo vai o couvert desta entrada (pleonasmo culinar), sem que alguma coisa tenha sido posta. Postemos então.

Entrada á portuguesa:

1. Um cesto de pão alentejano fatiado por pessoa;

2. Uma taça de azeitonas pretas de Trás-os-montes;

3. Uma prato com fatias pequenas de queijo rabaçal;

E ma(i) nada!!

Novembro 24, 2007

Ian’s Extravaganza

Filed under: Étnico,Entradas,Regional — by aL @ 8:24 pm

Tenho por hábito organizar, com a regularidade possível, umas noites americanas. São jantares/ceias de ementa americana [mesmo que as opções não sejam tipicamente americanas, são só usados ingredientes do Novo Mundo como milho, tomate, batata, batata doce, chocolate…], e sempre regadas por ZERO! Estas reuniões servem principalmente para os meus amigos americanos matarem saudades dos EUA, enquanto vemos a CNN e Anderson Cooper, durante os debates entre os candidatos Democratas e Republicanos às eleições Norte-Americanas.

Numa das 1ªs noites o Ian levou uma espécie de paté de caju, numa receita de vaga inspiração texana numa homenagem ao seu grandpa, que se tornou num sucesso imediato. E não há noite americana em que não esteja na mesa esta extravaganza. A receita já foi testada fora do circuito americano e garanto que é um sucesso.

Ingredientes:

3 pimentos vermelhos grandes
100gr de cajus fritos [+- 1/2 pacote]
1 malagueta
1 caneco de leite de soja
1 colher de sopa de paprika
1 pitada de sal

Preparação:

Depois de limpos e bem lavados, cortam-se longitudinalmente os pimentos em 4-5 tiras. Coloca-se no grelhador até ficarem com a pele bem esturricada [sim, vai ficar preta!]. Quando os pimentos estiverem devidamente cozinhados, retira-se a pele, com a ponta de uma faca esta sairá com muita facilidade. Coloca-se as tiras dentro do copo da varinha mágica, ou num recipiente alto e estreito. Adiciona-se os restantes ingredientes [cuidado com a malagueta, sugiro que se coloque apenas 1/2 e depois de provar rectifica-se o tempero] e tritura-se bem. Graças ao caju o paté ficará quite cheesy. Este paté come-se idealmente com nachos

Novembro 15, 2007

vieiras com molho de agriões vs. Iron & Wine

Filed under: Chef Convidado,Entradas,Marisco,Receitas Afrodisíacas — by jmnk @ 11:13 pm

Ok, esta receita tem fama de afrodisíaca mas nunca me resultou. Por isso ficou arquivada na secção “never again”. Acontece que há coisa de umas semanas abrigo um adolescente que tem a mania irritante de me chamar “o primo porreiro”. Começou este ano os seus estudos universitários e domésticos. O atado da margem esquerda do Guadiana, que nunca fez a própria cama, anda a planear um jantar caseiro com a namorada (quando eu não estiver é claro) e pediu-me uma receita para “elevar a cena” (palavras dele). Estou a pensar ensinar-lhe esta na esperança que também não resulte:

– 4 vieiras com concha;
– 1 chalota;
– 1 colher sopa de manteiga;
– 2 dl de natas;
– 3 colheres de sopa de vinho branco seco;
– 1 molhe de agriões;
– 1 colher de sopa de farinha; e
– queijo parmesão a gosto.

Picar finamente a chalota e fritar na manteiga em lume brando. Juntar as natas aumentando um pouco o lume. Diluir a farinha no vinho branco e juntar lentamente às natas tendo o cuidado de ir mexendo sempre o preparado. Temperar com sal e pimenta branca deixando engrossar o molho. Lavar os agriões e picar numa batedeira. Lavar bem as vieiras em água corrente tendo o cuidado de separar o coral do músculo principal. Colocar primeiro o coral das vieiras na panela com o molho, e deixar cozer em lume brando entre 3 a 5 minutos, dependendo do tamanho do bivalve. Juntar as restantes partes das vieiras pouco antes de as retirar do lume. Com cuidado colocar as vieiras nas conchas. Misturar o agrião no molho em lume brando. Em seguida encher as conchas das vieiras polvilhando com queijo parmesão a gosto. Levar ao forno pré-aquecido por uns minutos apenas para gratinar o queijo. Servir com Champagne.

Iron & Wine – naked as we came (óbvio não?)

Outubro 12, 2007

Canadian Thanksgiving (Ad lib) vs. Of Monteral

Filed under: Chef Convidado,Entradas,Vegetariano — by jmnk @ 6:55 pm

Em Londres este fim-de-semana fui convidado para um Canadian Thanksgiving. A coisa prometia, apenas dois dos convivas pertenciam à dita espécie e cada um de nós tinha a incumbência de cozinhar anything canadian. Com pouco tempo em mãos resolvi gralhar uns cogumelos com bacon canadiano, e para os os vegetarianos (que curiosamente eram os canadianos… oh raça tão PC) grelhei também uns cogumelos recheados com pasta de azeitonas rematando a decoração com uma folha de salsa. Alguma imaginação e a folha de salsa passava pela Maple Leafe da bandeira do Canadá. No menu constava o costumeiro peru e muita abóbora cozinhada das mais variadas formas e feitios. Gostei especialmente de uma sopa de abóbora com um toque exótico de leite de coco e amêndoa torrada. Fiquei com uma receita de um chutney de tomate para continuar a desgarrada com o rui carmo, mas fica para depois , quero testá-la primeiro.

Of Montreal – Heimdalsgate like a promethean curse (não são canadianos)

Setembro 4, 2007

Quiche de Fim-de-semana

Filed under: Entradas,Festas,Salgados,Vegetariano — by aL @ 11:05 pm

marta-nabais.jpg

Chegava eu das férias e tinha no meu e-mail (há já alguns dias) um apelo da minha amiga Marta Nabais que precisava urgentemente da receita de uma quiche vegetariana. Infelizmente, porque estava de férias e sem ligação à internet, não pude ajudar uma dona-de-casa em apuros. Entretanto e chegado o mês de Setembro ainda bem quente o convite para um brunch do outro lado do rio era irrecusável! Era também a celebração do fim das férias, o início da época, enfim… uma boa desculpa para as prendadas donas-de-casa invadirem a cozinha e organizar uma mesa farta!

Como tinha falhado a receita da quiche decidi levá-la, isso um Ian’s texan caju paté e material para uma refrescante limonada [receitas a publicar brevemente].

Ingredientes:

1 base de massa quebrada
4 cenouras
6 cebolinhas
100gr espinafres
4 ovos
azeite
sal
pimenta
azeitonas pretas
mozarella ralado

(more…)

Página seguinte »

Site no WordPress.com.