Something\’s burning [or a fancy name for Esturrico]

Fevereiro 14, 2008

Dia dos Namorados

Filed under: Comida Afrodisíaca,Doces,Festas,Receitas Afrodisíacas — by Elizabete Dias @ 2:08 am

As receitas para este dia especial estão aqui e aqui. 🙂

Enjoy!

Janeiro 4, 2008

Salmão para 2

Esta é uma daquelas receitas bastante simples, rápidas e muito eficazes. Ideal para um jantar a dois, pois fará com que a pessoa convidada fique impressionada com a elegância do prato. Faz parecer um aprendiz de cozinha num autêntico chef gourmet!

Para 2 pessoas

Ingredientes:

2 postas de salmão
200gr de massa penne
250gr de rúcula
Azeite
Sal
Pimenta
Sumo de limão

Preparação:

Temperar o salmão com sumo de limão, 1 pitada de sal e pimenta moída no momento. Da 1ª vez que fiz esta receita usei
espetadas de salmão, que encontrei na minha peixaria habitual. Espetadas de salmão fresco!

Entretanto põe-se o grelhador a aquecer e um tacho com água temperada com sal ao lume. Assim que o grelhador estiver bem quente coloca-se o salmão. À água fervente adiciona-se a massa. O salmão deve se grelhado lentamente, por isso é importante ir virando as postas, para que não queime. Cerca de 10-12 min. serão suficientes para que fique pronto. Esse é sensivelmente o tempo que levará a massa a cozer, embora possa estar cozida um pouco antes. Assim que estiver pronta, mas ou menos rija conforme o gosto, deve ser bem escorrida. O salmão deve ser esmagado, retiradas as espinhas e a pele. Num tacho volta a colocar-se a massa, adiciona-se um fio generoso de azeite e em lume muito brando mexe-se toda a massa, 2min. bastarão. Seguidamente, já com o lume desligado, junta-se a rúcula e o salmão e mistura-se tudo muito bem.

Este prato deve ser servido numa saladeira. Pode ser acompanhado por um rosé ou um tinto do Dão, que é menos encorpado que um alentejano. Mas é um peixe gordo, portanto pode ser bebido com tinto.

Dezembro 14, 2007

Dezembro – Ordem para comer

Filed under: Chef Convidado,Doces,Festas,Receitas Afrodisíacas — by eduardamaria @ 5:30 pm

Trago-vos, à sexta, uma sobremesa para o fim de semana. Hoje são duas versões dum bolo (uma delas aprendi com as famosas two fat ladies)

ADULT CHOCOLATE CAKE I
Here is a cake to satisfy the chocoholics to the fill. I say cake, but it contains no flour and is more like a baked mousse with crispy sides. Whatever it is, it is outrageously rich and therefore highly recommendable.

8 ounces good bittersweet Chocolate
1 cup (2 sticks) unsalted butter, softened
1/2 cups sugar
5 eggs

Grease a cake pan.Break the chocolate into a bowl large enough to receive all the other ingredients. Set over a saucepan of barely simmering water until melted. Remove from the heat and cool slightly. Cut the butter into little pieces and beat into the chocolate. Add the sugar and blend well, beating thoroughly. In another bowl, beat the eggs until very frothy and foamy, then gently fold into the chocolate mixture; make sure everything is thoroughly combined.
Pour the mixture into the cake pan and place it in a roasting pan containing enough water to come up 1 inch of the cake pan’s side. Bake in a preheated oven at 350°F for 1 hour, and then let it cool completely in the pan. When cold, remove from the water-filled pan and chill in the refrigerator overnight. Do not attempt to eat it while still warm. When ready to eat, run a metal spatula around the edge of the pan and, with a good thump, unmold the cake. Serve with whipped cream or ice cream. It’s a killer.

(more…)

Novembro 15, 2007

vieiras com molho de agriões vs. Iron & Wine

Filed under: Chef Convidado,Entradas,Marisco,Receitas Afrodisíacas — by jmnk @ 11:13 pm

Ok, esta receita tem fama de afrodisíaca mas nunca me resultou. Por isso ficou arquivada na secção “never again”. Acontece que há coisa de umas semanas abrigo um adolescente que tem a mania irritante de me chamar “o primo porreiro”. Começou este ano os seus estudos universitários e domésticos. O atado da margem esquerda do Guadiana, que nunca fez a própria cama, anda a planear um jantar caseiro com a namorada (quando eu não estiver é claro) e pediu-me uma receita para “elevar a cena” (palavras dele). Estou a pensar ensinar-lhe esta na esperança que também não resulte:

– 4 vieiras com concha;
– 1 chalota;
– 1 colher sopa de manteiga;
– 2 dl de natas;
– 3 colheres de sopa de vinho branco seco;
– 1 molhe de agriões;
– 1 colher de sopa de farinha; e
– queijo parmesão a gosto.

Picar finamente a chalota e fritar na manteiga em lume brando. Juntar as natas aumentando um pouco o lume. Diluir a farinha no vinho branco e juntar lentamente às natas tendo o cuidado de ir mexendo sempre o preparado. Temperar com sal e pimenta branca deixando engrossar o molho. Lavar os agriões e picar numa batedeira. Lavar bem as vieiras em água corrente tendo o cuidado de separar o coral do músculo principal. Colocar primeiro o coral das vieiras na panela com o molho, e deixar cozer em lume brando entre 3 a 5 minutos, dependendo do tamanho do bivalve. Juntar as restantes partes das vieiras pouco antes de as retirar do lume. Com cuidado colocar as vieiras nas conchas. Misturar o agrião no molho em lume brando. Em seguida encher as conchas das vieiras polvilhando com queijo parmesão a gosto. Levar ao forno pré-aquecido por uns minutos apenas para gratinar o queijo. Servir com Champagne.

Iron & Wine – naked as we came (óbvio não?)

Maio 8, 2007

Delírios em Vermelho

Tudo começou em casa da Lia, eu ao invés de acompanhar um chá com uns biscoitos, decidi comer chantily com caramelo. Pois bem, tomei-lhe o gosto e decidi inventar um pouco. Foi assim que surgiu esta minha receita, que também serve para acalmar os ânimos aqui na cozinha e por outros lados. Esta estória dos tomates assassinos já tomou proporções exageradas e alguém tem de pôr esta rapaziada insurgida no lugar 🙂

Para 2 pessoas

Ingredientes:

400gr de morangos
1 cálice de Vinho do Porto
sumo de limão
chantily
caramelo
hortelã

Preparação:

Depois de bem lavados e de se lhes tirar os pés, cortam-se os morangos (ao meio se forem pequenos, aos quartos se forem grandes) e regam-se com sumo de limão. Leva-se a lume brando um tacho anti-aderente (pode ser uma frigideira) e colocam-se os morangos, mexe-se sempre e adiciona-se o Vinho do Porto. Quem for mais experiente poderá flamejar os morangos (ou seja, fazer aquela labareda gira que os cozinheiro gourmet adoram fazer!). Isto é uma operação que não deverá demorar mais do que 2 min. Após deixar arrefecer os morangos coloca-se metade do preparado numa linda taça de vidro e o resto noutra. Cobre-se com chantily a gosto e depois caramelo. Para dar um toque fresco e decorativo, colocam-se 2 folhas de hortelã no topo da pirâmide.

Esta é uma receita quite red, para que o André restabeleça os níveis de adrenalina causados por revelações que o surpreenderam.

Na Imagem: L’Atelier Rouge [1911], Henri Matisse

Fevereiro 6, 2007

Carnaval das Receitas… Afrodisíacas

Filed under: Comida Afrodisíaca,Receitas Afrodisíacas — by Elizabete Dias @ 11:25 pm

Com a aproximação do Dia de S. Valentim, o Carnaval de Receitas deste mês será romântico e afrodisíaco.

Participem deixando as vossas receitas na caixa de comentários deste post, ou publicando uma receita no vosso blog (neste caso avisem com um comentário que contenha o link para a vossa receita).

No dia 14 não se esqueçam também da importância dos aromas, do bom vinho e das velas… 🙂

Fondue de Chocolate

Ingredientes:

500 grs. de Chocolate para Culinária

200 grs. de natas

3 colheres (sopa) de conhaque

Canela em pó a gosto

Preparação:

Numa caçarola, coloque o Chocolate para Culinária partido aos bocados, e leve ao lume em banho-maria para derreter.
Aromatize com o conhaque, junte as natas e a canela e misture.
Ponha o Chocolate no rechaud e sirva com frutas cortadas em cubos: morangos, ananás, mangas, bananas, ou então com pedaços de Pão-de-ló.

Create a free website or blog at WordPress.com.